quarta-feira, julho 27, 2011

Resenha de O Milagre - Nicholas Sparks

Título: True Believer
Autor (a): Nicholas Sparks
Editora: Agir
Páginas: 326 


Cara! Eu não tenho nem o que falar de um livro do Nicholas Sparks. O cara simplesmente é demais! Muito bom, mesmo.
O Milagre é uma história muito romântica, com um pouco de humor e mistérios que vão se desvendando ao longo do tempo. Gostei muito do personagem "principal", Jeremy. Gostei da postura que ele teve em relação a sua amada, Lexie. Como disse Nicholas: O milagre fará com que você também acredite no amor.
Jeremy Marsh é um jornalista nova-iorquino famoso que tem uma coluna numa revista chamada Scientific American e acaba de fazer sua primeira apresentação na televisão. Jeremy, ao receber uma carta de uma pequena cidade chamada Boone Creek, Carolina do Norte, relatando fenômenos com luzes fantasmagóricas no cemitério local,
decide partir rumo a mais uma matéria.
Já em Boone Creek, Jeremy visita o tal cemitério da cidade - o Cemitério de Cedar Creek - e lá ele conhece uma linda mulher chamada Lexie Darnell. O jornalista tenta jogar um charme, mas a moça age como se ele fosse apenas mais um galanteador, e então o ignora.
A carta que Jeremy recebera era de uma senhora chamda Doris McCllelan, que era dona do restaurante mais famoso da cidade, o Herbs. A senhora se diz uma médium, mas Jeremy não acredita. Ela diz que não há nada de fantasmas no cemitério. Só queria que a cidade voltasse a ser como era antes desses acontecimentos. No Herbs, o policial da cidade, Rodney Hopper, pega no pé de Jeremy.
Jeremy decide ir até a biblioteca para começar a sua pesquisa. Ao chegar lá, ela encontra a moça que encontrara no cemitério mais cedo. Ela como sempre, tão charmosa, encanta o jornalista mais uma vez. Porém, mais uma vez ele fracassa, e então ela passa a ajudá-lo em sua pesquisa.
Com o tempo, Jeremy e Lexie vão se conhecendo melhor. Ele sai para ir numad festa cuja o prefeito Tom Gherkin organizou para a visita de Jeremy e decide levá-la junto. Mas não foi fácil. 
Lexie, então, começou a se apaixonar por Jeremy. Mas uma coisa a encomodava. E se fosse só uma paixão momentânea? Ele vai embora em alguns dias, não é mesmo? E como eu vou ficar? Sozinha? Mesmo ela não querendo, ela sentia algo por ele, mas escondia de todo o jeito. Já Jeremy, sem qualquer êxito, admitira que estava apaixonado por Lexie. Que sente por ela o que nunca sentiu com mulher alguma em sua vida. Jeremy já foi casado, mas não deu certo por causa de seu trabalho.
No fim da festa ele decide levá-la em casa, mas isso só piorou as coisas. Ele disse tudo que sentia por ela e então voltou seus pensamentos que diziam que ele poderia machucá-la, como outros já fizeram. 
Lexie some, e Jeremy vai atrás dela, numa casa perto de um farol, longe de Boone Creek e lá acontece o primeiro beijo, diante de uma dança.
Lexie, com o passar do tempo, volta a pensar que ele poderia machucá-la e então resolve agir como se nada tivesse acontecido. Jeremy então entende que ela não queria começar uma relação, o que na verdade ela queria. Pois no dia que ele parte de volta para casa, Lexie chega e diz à ele que fez uma escolha.
E então, o que seria essa escolha? Será que ela nunca mais queria vê-lo? E o mistério das luzes no cemitério?  Será verdade? 

4 comentários:

Luana Farias disse...

Aida não li nenhum livro do Sparks uma pena mesmo, mas eu vou ler um dia sim.

Bjs

Breno Rodrigues disse...

Esse livro é MUITO bom, a narrativa de Sparks é excepcional, já faz um tempo que o li, e sua resenha me fez relembrar todas as emoções que senti durante a sua leitura. O romance presente nessa obra é bem leve, sem aquele exagero típico de "Malhação". ^^
Adorei os flertes de Jeremy para conquistar a sua amada Lexie. Recomendadíssimo!
Parabéns cara, sua resenha ficou ótima. ;D

Abração
Livretando

Luah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luah disse...

Esse livro tem uma continuação mas ainda não foi lançado no Brasil. Chama-se At first sight. Saiba + em: http://www.nicholasparks.com.br/livros/at-first-sight/

B'juzz

Postar um comentário